Texto por Daniel Ribeiro.

 

 

O Badfinger é uma das bandas responsáveis pelas melhores baladas dos anos 70, e apesar disso, é incrivelmente subestimada e pouco conhecida do público geral. A banda pode ser classificada como Soft Rock, ou Power Pop, e contava com o ótimo Pete Ham como seu principal cantor e compositor (junto com Tom Evans).

 

Eles foram um dos primeiros artistas a assinar com o selo Apple dos Beatles – apesar de já estarem na ativa desde 1961, com o nome de The Iveys – e inegavelmente embalaram os anos 70 com ótimas baladas e grandes canções, além de esconder uma história de tragédia pelo suicídio dos seus dois principais compositores.

 

Como um tributo a Pete Ham, Tom Evans e o Badfinger, tentaremos escolher 10 grandes músicas para apresentar essa ótima banda aos nossos ouvintes, mas como sugestão, peço para se debruçarem na discografia da banda, que é curtinha e maravilhosa!

 

10. Meanwhile Back at the Ranch / Should I Smoke? (1974)

 

Esse medley de 5 minutos que encerra o último álbum da banda antes da morte de seu líder, é uma faixa maravilhosa que mostra um pouco da versatilidade da banda.

 

 

9. We're for the Dark (1970)

 

Última faixa do álbum de estreia da banda e uma das melhores baladas de Pete Ham.

 

 

 

8. Dennis (1974)

 

Faixa do superestimado “Wish you Were Here”, continua sendo uma das melhores músicas da banda.

 

 

 

7. Lonely You (1974)

 

Uma balada maravilhosa do primeiro disco da banda após sua saída da Apple. Um clássico.

 

 

6. Apple of My Eye (1973)

 

A despedida da gravadora Apple. Grande música do álbum “Ass”, belas vocalizações e muito sentimento.

 

 

5. Without You (1970)

 

As pessoas, em geral, não sabem de quem é esse clássico, alguns se lembram dela com Harry Nilsson ou o mega hit da Mariah Carey. Não se enganem, a música foi composta e lançada pelo Badfinger no seu álbum de estreia e é a música mais regravada da banda – inclusive pelo Frank Sinatra.

 

 

4. Day After Day (1971)

 

Um dos maiores hits da banda, foi produzida pelo George Harrison – você percebe claramente a influência dele ao ouvir as guitarras da música.

 

 

3. No Matter What (1970)

 

Segundo single da banda sob o nome de Badfinger, essa é uma das músicas que melhor representa a transição do Rock dos anos 60 para os 70. Foi por ela que conheci a banda, em meados dos anos 90, em meio a fitas K7 dos meus pais.

 

 

2. Come and Get It (1969)

 

Uma das estrelas do álbum de estreia da banda – e talvez a razão de sua existência. Essa música é de, ninguém menos que, Paul McCartney. A versão original dela pode ser ouvida no Anthology 3 dos Beatles. O Badfinger incrementou com harmonias vocais maravilhosas e deu um upgrade na já ótima versão do Paul.

 

 

1. Baby Blue (1971)

 

Declaração de amor maravilhosa do Pete Ham para sua namorada, Dixie Armstrong. Guitarras muito bem trabalhadas e uma produção maravilhosa de Todd Rundgren.