PodCast #140 – Iron Maiden: Somewhere In Time

Para ouvir online basta dar play, para fazer o Download, clique com o botão direito do mouse em “Download” e vá em “Salvar Link Como”.

Vitrine Somewhere in Time

No 140º episódio do Podcast mais Rock’n Roll da internets Rômulo Metal, Douglas Renner e Thiago Mendes batem um papo sobre o álbum Somewhere In Time do Iron Maiden, analisando toda a obra, faixa por faixa.

Duração: 57 minutos.

Arte da Vitrine: Rômulo Konzen.

Trilha sonora do podcast (na ordem):

*Iron Maiden – Wasted Years
*Iron Maiden – Alexander The Great
*Iron Maiden – Caught Somewhere In Time
*Iron Maiden – Sea Of Madness
*Iron Maiden – Heaven Can Wait
*Iron Maiden – The Loneliness Of The Long Distance Runner
*Iron Maiden – Stranger In A Strange Land
*Iron Maiden – Deja-Vu
*Iron Maiden – Reach Out
*Iron Maiden – Sheriff Of Huddersfield

Inscreva-se no canal do youtube do Crazy Metal Mind:

Crazy Metal Mind no Youtube.

Assine o Crazy Metal Mind no iTunes:

iTunes do CMM.

E-mail para ser lido no ar:

crazymetalmind@crazymetalmind.com ou “Fale Conosco

E-mail dos podcasters:

metal@crazymetalmind.com

daniel@crazymetalmind.com

douglas@crazymetalmind.com

murilo@crazymetalmind.com

cassiano@crazymetalmind.com

mendes@crazymetalmind.com

lolla@crazymetalmind.com

Fan page no facebook:

Fan page no Facebook

Twitter:
@crazymetalmind
@iserhard
@HeitChristian
@douglasrenner
@CassianoBecker

Silverchair: 15 anos de Neon Ballroom

Por Cassiano Becker.

Os anos 90 foram responsáveis por muitas das maiores bizarrices da história
da humanidade. Cabelos bizarros, roupas bizarras e aqueles filmes bizarros
que seriam eternizados na Sessão da Tarde. Mas os anos 90 também tiveram
coisas interessantes. Quando chegava ao seu fim, a década ainda teve um
último suspiro de genialidade.

Emotion Sickness: porrada com toque de arte.

 

O movimento grunge já era um cadáver há muito falecido, mas a última grande
cena rock n’ roll inspiraria outros. Em 8 de março de 1999, o Silverchair lança
seu 3º trabalho. 3º com cara de 1º. O próprio vocalista Daniel Johns descreve
os discos anteriores como “a banda da época do colégio”. Afinal, eles tinham
entre 14 e 16 nos 2 primeiros.

Já Neon Ballroom dava cara de homens crescidos e banda madura. A angústia
adolescente se destilou em cinismo. Músicas encorpadas de rebeldia com
causa. Anorexia, distúrbios alimentares, direitos dos animais, depressão e
toda aquela gama de temas manjados aparecem no álbum. Porém, aparecem
na qualidade de músicos que sabem onde querem chegar. E sabem como
chegar lá

Anthem for the Year 2000: para adolescentes de qualquer época.

 

Eram outros tempos. Tempos em que as MTVs da vida passavam rock n’ roll à
toda. E eram os seus tops que mostravam o sucesso comercial de Neon Ballroom.
Era ligar a TV e ver os clipes de Anthem for the Year 2000, Ana’s Song,
Miss You Love e Emotion Sickness. Reflexo de um trabalho que ultrapassou a
marca de 2 milhões de cópias vendidas.

Miss You Love: a baladinha.

 

Neon Ballroom tem a revolta e o peso de sua inspiração grunge. Mais que isso,
apresenta elementos eletrônicos e experimentos que fariam o Silverchair ser
sinônimo de música boa no início do novo século.
Diferente da década que encerra, Neon Ballroom é bom do início ao fim. Sem
hiatos ou pormenores. Clássico.

PodCast #139 – Bebendo Com As Divas Nº1 (Cabelos)

Para ouvir online basta dar play, para fazer o Download, clique com o botão direito do mouse em “Download” e vá em “Salvar Link Como”.

10261927_637112429712722_1732746860_n

No 139º episódio do Podcast mais Rock’n Roll da internets as 3 divas do Crazy Metal Mind, Rômulo Metal, Daniel Iserhard e Paolla Dias estream um novo formato de podcast, o Bebendo Com As Divas, onde os 3 sobre o efeito de muito alcool batem um papo divertido sobre algum assunto aleatório do Rock N’ Roll, no episódio Nº1 o assunto foi cabelos compridos.

Duração: 57 minutos.

Arte da Vitrine: Talles Garcia.

Trilha sonora do podcast (na ordem):

*Poison – I Want Action
*New York Dolls – Personality Crisis
*Sweet – Little Willy
*Manowar – Die For Metal
*Helloween – Livin’ Ain’t No Crime
*David Bowie – Heroes
*Matanza – Rio de Whisky
*The Devil Makes Three – Old Number Seven
*Thin Lizzy – Don’t Believe A Word

Inscreva-se no canal do youtube do Crazy Metal Mind:

Crazy Metal Mind no Youtube.

Assine o Crazy Metal Mind no iTunes:

iTunes do CMM.

E-mail para ser lido no ar:

crazymetalmind@crazymetalmind.com ou “Fale Conosco

E-mail dos podcasters:

metal@crazymetalmind.com

daniel@crazymetalmind.com

douglas@crazymetalmind.com

murilo@crazymetalmind.com

cassiano@crazymetalmind.com

mendes@crazymetalmind.com

lolla@crazymetalmind.com

Fan page no facebook:

Fan page no Facebook

Twitter:
@crazymetalmind
@iserhard
@HeitChristian
@douglasrenner
@CassianoBecker

Por que The Heavy é Incrível

Por Thiago Mendes.

60_TheHeavy_1_1139x541_0

Imagine uma banda que mistura hard rock, soul e rhythm and blues clássico. Adicione um groove presente nos melhores funks americanos dos anos 70 e, para completar use um vocal vigoroso no melhor estilo James Brown. Isso é The Heavy!

The Heavy é uma banda inglesa que mistura tudo isso em uma salada de hard-rock-neo-soul. O resultado é uma sonoridade vigorosa que ainda incorpora elementos de jazz e samples dos mais diversos.

Há uns meses, comecei a assistir uma série de TV chamada Strike Back, produzida pelo canal Cinemax e pela Left Bank Pictures. A primeira coisa que me chamou a atenção foi a trilha de abertura dos episódios, então fui atrás para saber quem a tocava.

Descobri que a música se chamava Short Change Hero. Então, resolvi descobrir o que mais o Heavy tinha para me oferecer. Surpreendentemente, a música que me chamou atenção era mediana, se comparada com o resto do trabalho da banda.

Formada em 1998, por Kelvin Swaby (Vocais), Dan Taylor (Guitarra), Spencer Page (Baixo) and Chris Ellul (Bateria), somente em 2007 apareceu ao público com o single That Kind of Man. Logo de cara já disse à que veio: That Kind of Man é uma mistura de hard rock, soul e funk que impressiona pela qualidade.

No final deste mesmo ano, depois de assinar com a gravadora Counter Records, o Heavy lança seu primeiro álbum. Great Vengeance and Furious Fire, dá uma impressionante demonstração de qualidade sonora em todos os aspectos. Além do single That Kind of Man, que abre o álbum, as faixas vão revisitando de forma brilhante aspectos clássicos como os riffs de Hendrix (inspiração evidente em You Don’t Know, a faixa número 4) ou o baixo clássico de jazz (como em Brukpocket Lament).

 

 

Em 2009, chega o segundo álbum, The House That Dirt Built, que mantém o altíssimo padrão de qualidade da banda. Destaque para, além de Short Change Hero, Oh no! Not you again!, um rock com uma pegada mais atual, How You Like Me Now, um soul que faria qualquer fã de James Brown ter um orgasmo, e No Time, um rock com uma bela pitada de funk.

Com o terceiro álbum, The Glorious Dead, de 2012, é possível perceber uma atenção ainda maior ao acabamento e os arranjos das composições. No geral, o álbum impressiona um pouco menos. No entanto, pérolas como What Makes a Good Man e Same Ol’ são, provavelmente, as duas melhores composições da banda. O álbum ainda tem Don’t Say Nothing, que impressiona bastante.

 

 

Pra você que gosta de clássicos repletos de personalidade e, infelizmente, suas bandas prediletas terminaram, The Heavy merece uma audição cuidadosa. Totalmente recomendado!

PodCast #138 – Red Hot Chili Peppers

Para ouvir online basta dar play, para fazer o Download, clique com o botão direito do mouse em “Download” e vá em “Salvar Link Como”.

Capa Red Hot

No 138º episódio do Podcast mais Rock’n Roll da internets, Metal, Daniel e Henrique Machado (Troca o Disco) batem um papo sobre toda a carreira do Red Hot Chili Peppers.

Duração: 78 minutos.

Arte da Vitrine: Rômulo Konzen.

Comentado durante o podcast:

Troca o Disco.

Trilha sonora do podcast (na ordem):

*Red Hot Chili Peppers – Can’t Stop
*Red Hot Chili Peppers – Higher Ground
*Red Hot Chili Peppers – Fight Like A Brave
*Red Hot Chili Peppers – Give It Away
*Red Hot Chili Peppers – By The Way
*Red Hot Chili Peppers – Otherside
*Red Hot Chili Peppers – Snow
*Red Hot Chili Peppers – Save The Population
*Red Hot Chili Peppers – Californication
*Red Hot Chili Peppers – Scar Tissue
*Red Hot Chili Peppers – Breaking The Girl

Inscreva-se no canal do youtube do Crazy Metal Mind:

Crazy Metal Mind no Youtube.

Assine o Crazy Metal Mind no iTunes:

iTunes do CMM.

E-mail para ser lido no ar:

crazymetalmind@crazymetalmind.com ou “Fale Conosco

E-mail dos podcasters:

metal@crazymetalmind.com

daniel@crazymetalmind.com

douglas@crazymetalmind.com

murilo@crazymetalmind.com

cassiano@crazymetalmind.com

mendes@crazymetalmind.com

lolla@crazymetalmind.com

Fan page no facebook:

Fan page no Facebook

Twitter:
@crazymetalmind
@iserhard
@HeitChristian
@douglasrenner
@CassianoBecker

 Page 4 of 56  « First  ... « 2  3  4  5  6 » ...  Last »