Texto por Rômulo Konzen e fotos por Natália Winter.

 

 

O último disco de Nando Reis, "Não Sou Nenhum Roberto, Mas às Vezes Chego Perto" conta exclusivamente com versões de músicas do Roberto Carlos, tendo sido promovido na turnê cujo show em Porto Alegre aconteceu no último sábado.

 

Apesar de gostar bastante da obra de Roberto, me limito a fase dos anos 50, onde o rock era o foco. Infelizmente Nando deu atenção a canções da época brega/romântica do rei, o que me desaponta um pouco, porém isso não abalou de forma alguma a apresentação, que se tornou um evento certeiro para ir acompanhado da pessoa amada. Foi uma noite de muito romance.

 

A apresentação ficou mais ou menos dividida entre uma música do Roberto Carlos e uma de autoria de Nando Reis, ou seja, apesar de muitos covers ainda sobrou tempo para os maiores clássicos da carreira do ex Titãs, como "Por Onde Andei", "N", "Pra Você Guardei o Amor", "Sou Dela", "O Segundo Sol", "All Star Azul", "As Coisas Tão Mais Lindas".

 

O show aconteceu no Auditório Araújo Viana, o que garante uma qualidade sonora impecável, todos instrumentos eram audíveis de qualquer lugar da plateia. O único "defeito" da noite foi uma turma de pessoas que não parecia muito interessada na apresentação e ficaram aos berros, conversas e risadas o tempo todo, ignorando os pedidos de silêncio vindos de outros espectadores.

 

Nando Reis fez um show de aproximadamente 1 hora e 30 minutos, onde esbanjou simpatia contando histórias e devaneios entre canções, falou sobre sua ligação com a obra de Roberto e arrancou risadas do público em alguns momentos. Uma apresentação super agradável, recheada de belas canções de amor. Um show lindo.