Texto por Daniel Iserhard e fotos por Rômulo Konzen.

 

 

E mais uma vez a banda independente de maior sucesso e por mais tempo, no Brasil, voltou pra cá comemorando os 30 anos de carreira com o DVD “Velhas Virgens 30 anos”.

 

O Opinião aparentava estar bastante vazio pouco antes do começo do show. No final das contas, a pista ficou lotada, mas só lá mesmo. A chuva e o frio certamente tiveram seu papel nesse público menor do que eu tinha visto anos antes, bem como o dia dos pais, feriado que muitos aproveitam para viajar pro interior, detalhe levantado pela ganhadora da promoção do CMM pro show do Velhas e que tivemos a sorte de encontrar.

 

Mas, como sempre, quem foi curtiu muito. É aquela coisa de putaria e celebração à cerveja. Dessa vez confesso que vi o Paulão mais contido, ou o personagem dele, no caso. E aí ficou ainda mais fácil da única mulher da banda e vocalista de verdade, Juliana Kosso, dominar o público. Ainda teve os parabéns pro guitarrista, que fazia aniversário naquele dia.

 

O set list ficarei devendo mas, além das clássicas como “abre essas pernas pra mim”, tocaram músicas de praticamente de todos os 30 anos da banda com o público cantando junto praticamente o show todo, além de cânticos contra o Paulão, como sempre.