Texto por Maria Eduarda Michael. Fotos por Fabiano Martins.

O Matanza já fez diversas passagens marcantes pela capital gaúcha, não só em show solo como também com seu festival próprio. No último dia 7 de julho de 2018, chegou a vez dos porto alegrenses começarem a se despedir desta banda tão querida.

Após 22 anos de atividades ininterruptas e 8 discos lançados, o Matanza esgotou os ingressos do Opinião ao lado das bandas Panic, Cattarse e Chute no Rim – shows que antecediam ao principal.

Por volta das 1h30 da manhã, a trupe formada por Jimmy London (vocal), Maurício Nogueira (guitarra), Dony Escobar (baixo) e Jonas (bateria) subia ao palco ao som de "Bom é Quando Faz Mal", do álbum "Música para Beber e Brigar" de 2003. Durante as quase duas horas de show, Jimmy praticamente emendou uma música na outra falando poucas coisas no intervalo, o que foi incrível para que praticamente todos os maiores clássicos da banda fossem tocados e enaltecidos pelo público.

Tinha visto o Matanza somente uma vez, na turnê do último disco “Pior Cenário Possível” em 2015. Já tinha adorado, mas o show do dia 7 realmente me surpreendeu e superou as expectativas não só por terem tocado quase todas as minhas preferidas mas também pela interação surreal da banda com a plateia. Favoritas entre elas: “A Arte do Insulto”, “Meio Psicopata”, “O Que Está Feito, Está Feito” e “O Último Bar”.

O clima de despedida quase não foi lembrado durante a noite. Sem discursos saudosos, Jimmy apenas agradeceu inúmeras vezes o carinho e fidelidade do público gaúcho e já avisou: esse não foi o último show. Devido a procura imensa por ingressos a banda fará a definitiva última apresentação em Porto Alegre no final de Outubro. Estarei lá com certeza!

Set List:

Bom É Quando Faz Mal
A Arte Do Insulto
Eu Não Bebo Mais
O Chamado Do Bar
Meio Psicopata
Tudo Errado
Country Core Funeral
Maldito Hippie Sujo
Remédios Demais
O Que Está Feito, Está Feito
Carvão, Enxofre E Salitre
Interceptor V-6
Matarei
Eu Não Gosto De Ninguém
Na Lama do Dia Seguinte
O Último Bar
Santa Madre Cassino
Whisky Para Um Condenado
O Caminho Da Escada E Da Corda
Mesa De Saloon
Tempo Ruim
Clube Dos Canalhas
Mulher Diabo
Imbecil
Ela Roubou Meu Caminhão
Estamos Todos Bêbados