A montanha-russa do Aerosmith em Orlando

Data: 01/03/2018

Por Carlos Augusto Monteiro.

Depois de passada a melancolia do Carnaval e a tristeza de vivenciar esse feriado no Rio, me peguei pensando na minha terrinha do coração, Orlando, USA. Decidi então levar vocês comigo em uma viagem pelas atrações da cidade que têm o rock como tema ou trilha sonora.

Para começar, um breve esclarecimento.

Orlando não é apenas o que se convencionou chamar de “a Disney”, embora informalmente no Brasil nos referimos ao destino dessa maneira.

Acontece que os quatro parques temáticos de Walt Disney (e dois parques aquáticos) são a marca da cidade. Orlando era pouco mais que um pântano na década de 60 e acabou sendo transformada em um dos maiores destinos turísticos do mundo graças a este incrível empresário.

Além dos parques da Disney, lá também existem vários outros no mesmo estilo. Vale citar, pelo menos, dois parques do complexo da Universal (Universal Studios e Islands of Adventure), um parque do Sea World e várias outras atrações como a roda-gigante Orlando Eye e o museu de cera Madame Tussaud´s.

Dito isso, vamos ao que interessa. Começo hoje a falar das cinco principais atrações com rock em Orlando. 

De cara, não podia ser diferente: Rock 'n' Roller Coaster Starring Aerosmith, a famosa "montanha-russa do Aerosmith".

Localizada no Hollywood Studios, um dos parques da Disney, é uma atração indoor, ou seja, em ambiente fechado.

A presença da banda na atração é bem significativa. A ambientação é como se chegássemos a um estúdio de gravação. Durante a fila, por trás de portas fechadas ouvimos sons de vozes e instrumentos, como se estivéssemos mesmo participando de uma gravação. Nesse hall de entrada, vemos vários cartazes de shows e memorabilia de rock, como camisetas e instrumentos.

Passamos então para uma sala em que há um vidro daqueles que separam os estúdios de gravação da mesa de som. Através desse vidro, graças a uma projeção, vemos a banda discutindo a gravação de um disco com o produtor. A empresária da banda chega e diz que é hora do show.

A banda então se dá conta de que estamos assistindo a tudo e dizem que não podem ir sem a gente, que precisamos ganhar passes para o show. Somos então convidados a entrar em uma limousine e partir para o local da apresentação!

Nós já começamos o “passeio” sendo “arremessados” na pista e daí já caímos num looping em parafuso e circulamos por um cenário com várias placas de rua de Los Angeles indicando o caminho para o show, e diversos outros desenhos, tudo com muito neon!

Dentro de cada “limousine”, no encosto da cabeça há caixas de som que veiculam diferentes músicas do Aerosmith durante o trajeto.  Cada carrinho tem sua trilha sonora específica, dividida desta maneira de acordo com a placa de cada “veículo”, que, aliás, forma palavras (em inglês):

1QKLIMO: "Nine Lives"
UGOBABE: "Love in an Elevator" & "Walk This Way"
BUHBYE: "Young Lust", "F.I.N.E.*" & "Love in an Elevator"
H8TRFFC: "Back in the Saddle" & "Dude (Looks Like a Lady)"
2FAST4U: "Sweet Emotion" (ao vivo da versão de  A Little South of Sanity)

Curioso que algumas letras foram alteradas para se adaptarem à atração. Por exemplo, Love in an Elevator é cantada como sendo "Love in a roller coaster" .

Em março de 2016, a atração recebeu um visitante super especial. Steven Tyler em pessoa esteve lá para encarar o passeio! Ele até fez um vídeo saindo da atração.

(Eu adoro como algumas crianças não fazem ideia de quem seja e não tão nem aí! Hahahah)

Naquele mesmo ano, uma “polêmica” envolveu a atração.  Durante o vídeo exibido no “estúdio de gravação”, Tyler é visto fazendo um gesto com a mão na testa que foi interpretado como um gesto chamado “shocker”, originalmente este aqui:


O gesto “shocker” tem conotação sexual  e é definido como  "Two in the pink, one in the stink". Ou seja, tem a ver com os dedos estarem posicionados em determinado lugar da anatomia feminina (desculpem-me, tentei ser o mais low profile possível nessa explicação…) 

O que impressiona todo mundo é que o motivo não foi oficialmente dito pela Disney e ocorre 17 anos depois da inauguração da montanha-russa!

A cena original é esta:

Diante das reclamações, a Disney resolveu alterar digitalmente a cena, que acabou ficando assim:

Tyler xingou muito no Twitter e Facebook, dizendo:

 “WELL NOW I AM IN ‘SHOCK’…YOU KNOW I WOULD OWN UP TO THIS DOOZIE…WAY TO GIVE ME THE FINGER NOW Walt Disney World…17 YEARS LATER…SEE YOU NEXT WEEK…HERE’S TO THE GREATEST RIDE AT DISNEY”
O danado fez um trocadilho com a palavra “shocker” dizendo que estava “em choque”. E ainda falou que foi uma ótima maneira de lhe “mostrarem o dedo”, além de fazer chacota com o tempo que a Disney levou para resolver fazer essa alteração…

“@WALTDISNEYWORLD WHAT EXACTLY DO YOU THINK THIS MEANS? IS THE HAT A DEAD GIVEAWAY? PS…SEE YOU NEXT WEEK…”

Aqui ele tira uma foto e desafia a Disney a dizer se sabe exatamente “o que isso significa”.  E pergunta se o boné é um “sinal óbvio”.

Coisas de Steven Tyler!

Mas ainda bem que existe essa polêmica porque senão poderia ser apenas mais uma atração de parque temático e não uma autêntica experiência rock n´ roll!

Assista ao vídeo completo!

Quando estiver em Orlando, não deixe de experimentar a Rock n´ Roller Coaster!

E, claro, viaje com a Famosas Viagens! Agência oficial do Crazy Metal Mind!

E aguarde mais uma atração envolvendo rock n´ roll em Orlando, USA!

Comente:

SIGA




PARCEIROS