Sepultura em Porto Alegre.

Data: 18/12/2017

Por Daniel Martins.

Mais uma vez o Sepultura se apresentou em Porto Alegre, dessa vez na turnê de divulgação do seu mais recente e ótimo álbum, Machine Messiah. O show aconteceu no dia 16/12 no já clássico Bar Opinião, marcado para iniciar as 20h, ocorreu um pequeno atraso de 15 minutos, o que não chegou a incomodar.

As luzes se apagam e após a execução da intro, a banda entra no palco e já começa com a porrada I Am The Enemy seguida de Phantom Self, ambas do novo álbum. As músicas foram muito bem recebidas pelo público, que desde o primeiro acorde manteve a roda punk no meio da pista.

Como já esperado, o setlist do show contou com várias músicas do novo álbum, com destaque para a belíssima instrumental Iceberg Dances e Resistant Parasites, onde o baixo de Paulo Jr estava retumbante. A banda executou também algumas outras músicas da fase Derrick Green e, como não poderia faltar, diversos clássicos da fase Cavalera, incluindo o cover de Polícia do Titãs, momento em que a plateia virou um caos.

Após o fim do setlist, o bis se iniciou com a música "Sepultura Under My Skin", que foi feita em homenagem os fãs que marcaram a pele com tatuagens da banda. Após isso a banda finalizou com a dupla matadora, Ratamahatta e o hino Roots Bloody Roots.

O show foi uma pancadaria física e sonora do início ao fim, com pequenos problemas técnicos que não chegaram a atrapalhar. A banda estava impecável, Andreas tocando muito, Derrick Green empolgado com o público, Paulo Jr. quieto no seu canto mas sempre eficiente e na bateria, o monstro Eloy Casagrande.

Essa foi a segunda vez que vejo um show deles e posso afirmar, Sepultura ainda é a maior banda de metal do Brasil.

SETLIST:

1 – I Am the Enemy

2 – Phantom Self

3 – Kairos

4 – Desperate Cry

5 – Machine Messiah

6 – Inner Self

7 – Sworn Oath

8 – Iceberg Dances

9 – Choke

10 – Dialog

11 – Resistant Parasites

12 – Biotech Is Godzilla / Polícia

13 – Territory

14 – Refuse/Resist

15 – Arise

BIS:

16 – Sepultura Under My Skin

17 – Ratamahatta

18 – Roots Bloody Roots

Comente:

SIGA




PARCEIROS