Show Nheengatu do Titãs

Data: 05/09/2014

Por Rômulo Metal.

Assim como meu primeiro CD de rock aos 12 anos de idade e meu primeiro show aos 15, o Titãs se faz presente mais uma vez em minha vida sendo minha primeira credencial de imprensa graças a este maravilhoso site.

Com apenas 10 minutos de atraso o Titãs entra as 21h10 do dia 04/09 no palco do Teatro Feevale em Novo Hamburgo/RS para apresentar seu novo show de divulgação do mais recente trabalho, o álbum Nheengatu.

Caso você querido leitor ainda não tenha escutado este belíssimo álbum, recomendo agressivamente que o faça o mais rápido possível. Ainda pretendo fazer um post (talvez um podcast) sobre o CD, então não falarei muito sobre ele, apenas que o Titãs deixou de lado suas baladas românticas e voltou a era do Cabeça Dinossauro. O Nheengatu é uma porrada do inicio ao fim, tanto o instrumental quanto as letras, ambos são um soco na cara da sociedade.

Como essa nova fase do Titãs é deveras agressiva, o show não poderia ser diferente. A banda toca a primeira metade do espetáculo usando máscaras (uma mistura de Kiss com Misfits) e largam logo de cara 6 músicas do álbum novo na sequencia, para então aparecer com o primeiro clássico da noite, a empolgante “Polícia”. Isso foi um fato curioso, a banda tocou (se não me perdi nas contas) 10 músicas novas, algo raro hoje em dia, principalmente se tratando de uma banda com mais de 30 anos de carreira e dezenas de clássicos, porém, para mim ao menos isso não prejudicou o show, pelo contrário, só fez ficar mais interessante ainda devido a qualidade das músicas novas.

Outra escolha desta turnê foram as músicas antigas, o Titãs não tocou nenhuma de suas baladas, um show com exatas 1h30 de duração e apenas com porradas, o que deve ter decepcionado as senhorinhas que foram esperando ouvir “Epitáfio”, “Enquanto Houver Sol” e coisas do tipo. Aliás, este foi o único “problema” que vi no show. Por se tratar de um Teatro (ingressos mais caros que o normal e ambiente mais elegante), o público era muito mais elitizado e o número de pessoas idosas era bem alto, logo, o show praticamente PUNK que o Titãs apresentou pode ter assustado esse pessoal. A mim só incomodou o fato (por ser Teatro) de ter que assistir o show sentado (façam este teste, amigos, coloquem músicas como “Estado Violência” e “AAUU” no volume máximo e tentem ficar parados, sentadinhos, é um desafio e tanto). Entretanto, o som e acústica do Teatro Feevale é orgásmico, áudio impecável, uma experiência sonora das mais empolgantes.

Algo que me deixou emocionado e ao mesmo tempo chateado pela sacanagem que o público fez com o Titãs foi que todos assistiram o show inteiro sentados em suas poltronas, até que no BIS a banda volta tocando “Aluga-se” do mestre Raulzito e então o teatro inteiro levanta e começa a pular e dançar cantando o hino em uníssono.

Enfim, show espetacular, álbum espetacular, músicas espetaculares, recomendo a todos que comprem o Nheengatu na loja mais próxima de você e que se tiverem oportunidade assistam ao show. Mas vá sabendo que não ouvirá baladas de amor e sim será apedrejado com verdades fortes.

Não posso falar muito sobre a organização do show, fui com credencial de imprensa e para mim foi tudo tranquilo, rápido e organizado. Acredito que foi assim para todos, pois não vi nenhum tumulto e ninguém se incomodando com nada lá dentro. Do meu ponto de vista os organizadores estão de parabéns. Aliás, agradecimento especial ao Grupo Sinos e ao MOVi por terem possibilitado esta cobertura.

Comente:

SIGA




PARCEIROS