Infelizmente hoje o post não é muito agradável para mim.

Na manhã de ontem, por volta das 7h o mundo ficou mais fraco ao perder uma de suas vozes mais fortes.

Aos 67 anos de idade, e de puro Heavy Metal, Ronnie James Dio nos deixou. O cantor estava tentando vencer o câncer à alguns meses, e segundo notícias que acompanhei tudo parecia correr bem. Porém, nesse domingo, o nosso Holy Diver perdeu a batalha.

Bom, para você que vergonhosamente não sabe quem foi Ronnie James Dio, aqui vai um resumo geral sobre sua carreira gloriosa:

Ronnie James Dio começou sua carreira no mundo da música em 1958, com bandas pequenas como qualquer outro. Devido ao seu talento gigantesco não demorou para ser chamado em bandas maiores. Começou a fazer sucesso no Rainbow (banda de Ritchie Blackmore, ex guitarrista do Deep Purple), mas atingiu o estrelato de uma vez por todas nos vocais do Black Sabbath, após a saída do Madman Ozzy Osbourne. Foi com o Sabbath que gravou um dos álbuns mais clássicos do Heavy Metal, o “Heaven and Hell”. Sua carreira solo também foi brilhante, e nela gravou outro clássico para o mundo do metal, o “Holy Diver”. Atualmente Dio estava na banda Heaven and Hell, que é formada por membros do antigo Sabbath, apenas não leva o nome de Black Sabbath, graças a um processo colocado pelo Ozzy, em que a banda apenas poderia se chamar Black Sabbath se houvesse a presença do mesmo.

Devil Horns (Chifres do Demônio)

Sim! Dio é responsável pela popularização deste símbolo, se você vê em shows por aí, ou até faz esse sinal com as mãos, é graças a ele.

Esse símbolo é muito antigo, suas origens podem ser traçadas até a Grécia antiga e, na Roma antiga. Dio conheceu o símbolo através de sua avó italiana, que costumava fazê-lo para espantar mal olhado, porém as más línguas foram responsáveis por divulgar que o símbolo é satânico, o que fez ficar famoso com o nome de Devil Horns.
Dio começou a usar o gesto após entrar para o Black Sabbath (em 1979). O vocalista anterior, Ozzy Osbourne, era bastante conhecido por usar o sinal de “paz” nos shows, levantando o dedo indicador e o médio em forma de “V”. Dio, tentando se identificar com os fãs, também quis usar um gesto de mão. Entretanto, como não queria copiar Osbourne, ele escolheu usar o sinal que sua avó sempre fazia.

O baixista do Kiss, Gene Simmons alega que foi ele o responsável por inventar o Devil Horns, mas se permitir Gene diz que ele inventou a roda também.

No final do post vocês podem conferir do que eu estou falando, coloquei um link para um video de um show da carreira solo do Dio, cantando “The Last in Line” e “Holy Diver”, duas da musicas mais famosas. Vale a pena conferir, mostra bem quem foi Ronnie James Dio… (tentei colocar o video no post, mas devido a problemas tecnicos não consegui, então vai o link mesmo).

Enfim, era isso, queria apenas fazer uma pequena homenagem a este grande músico, e apresentá-lo aos leigos. Resta-nos agora apreciar sua música, que o manterá sempre vivo em nossos corações.

“Que as harpas do céu, ou as trombetas do inferno soem anunciando a chegada de um grande guerreiro” (Douglas Renner)

Descanse em paz!

PS: Novamente agradecimento especial a Ariane Rebelato por corrigir o post para mim.

Link para o video
http://www.youtube.com/watch?v=LzOIp5EVFKg

Let’s play DIO!