Ainda sob efeito do Thrash Metal contagiante do Megadeth, escrevo este post, para contar-lhes um pouco como foi a experiência de ver uma das melhores bandas de Thrash de todos os tempos…

Foi na segunda-feira dia 26 de Abril, que o Megadeth deu o ar da graça na capital gaúcha. Uma segunda-feira chuvosa, para infelicidade dos Headbangers que ficaram horas na fila, atolados no barro, pois não há calçada suficiente para tamanha fila formada. Fila essa que originou-se devido a incompetência da produtora do evento, que resolveu abrir os portões do Pepsi On Stage apenas as 22h, horário em que o Megadeth deveria estar subindo no palco. Após entrar no Pepsi, mais 1h esperando até que o Megadeth aparece, para o delírio do publico, que pulou e gritou do inicio ao fim do show.

O show durou mais ou menos 1:30h. A banda tocou vários clássicos, e algumas musicas do CD novo “End Game”. Um pequeno “problema” em shows de bandas com tamanha proporção, é que sempre alguns clássicos acabam ficando de fora, devido ao número enorme de musicas de qualidade.

Mesmo com o atraso, o show foi espetacular, nenhum integrante deixa a desejar, e o David Mustaine (Vocal/Guitar/Dono da banda) nem parece o mesmo chato e encrenqueiro de sempre, tratou o publico com muita simpatia, agradecendo e fazendo brincadeiras com a plateia. No final do show foram jogadas palhetas, baquetas e munhequeiras, fazendo com que a galera se espremesse ainda mais. Uma pena eu não estar perto o suficiente…

Resumindo: eu nunca tinha me sentido tão em casa, em um lugar tão desconfortável. Umas 6 pessoas por metro quadrado, pulando e se empurrando freneticamente embaladas pelos riffs pesados do Mustaine.

Outro fator curioso, é a quantidade de Headbangers. Eu fui no show do AC/DC em Buenos Aires no ano de 2009, show com 70 mil pessoas, mas tive a impressão de que no show do Megadeth tinha o dobro de cabeludos… hehehe. Onde esse povo se esconde???

Era isso, BAITA show. Valeu cada centavo, cada hematoma (roda punk começou do meu lado), cada pingo de lama nos tênis e na calça. Se voltarem minha presença está confirmada novamente!

Confiram o vídeo, foi gravado por um fã, mas da para ter uma boa noção do que foi o show…

Let’s play THRASH METAL